Apresentadora da Band se emociona ao entrevistar pai sobrevivente de tragédia

Band
Joana Treptow se emocionou ao falar com pai sobrevivente de desabamento de prédio (Imagem: Reprodução / Band)

A âncora do Jornal da Band, Joana Treptow, se emocionou ao conversar com o pai, Bruno Treptow, ao vivo em telejornal nesta quinta-feira (24). Ele foi um dos sobreviventes à queda de um prédio de 12 andares em Miami, nos Estados Unidos.

“Foi uma coisa surreal, não sei como te dizer”, declarou o brasileiro, que morava no prédio há 20 anos, com a voz embargada. “Parece uma montanha russa emocional”, acrescentou o pai da jornalista, também bastante emocionado.

“Queria que você soubesse que você é meu herói”, disse Joana Treptow, que também se emocionou, ao fim da entrevista ao vivo.

Ainda na conversa, Bruno Treptow descreveu o desabamento e contou que, volta de 1h30 (horário local), os moradores perceberam um forte estrondo – que ele disse acreditar que fosse um barulho do teto. A mulher do pai da contratada da Band acordou assustada.

Veio então outro estrondo, que derrubou partes do teto do apartamento. “Falei: ‘Pronto, vamos morrer’”, descreveu. “Estava uma névoa de poeira incrível, não conseguia ver nada. Fui para a porta da frente, abri, outra névoa, não vi nada. Vi umas coisas penduradas”, declarou o brasileiro.

Segundo Treptow, cerca de 81 apartamentos despencaram. Ele foi para a varanda à espera de instruções. Uma escada Magirus então chegou para o resgate. “Foi quando a gente desceu. Por sorte, graças a deus, acho que nascemos outra vez”, contou.

Relato da jornalista

Horas antes da entrevista, por meio de seu perfil nas redes sociais, a jornalista agradeceu a Deus por sua família ter sido resgatada e falou em “milagre”. “Graças a Deus a minha família foi resgatada. O meu pai, a esposa dele e a cachorra estão bem. Um milagre”, contou ela em seu Twitter.

“O prédio onde ele mora há quase 20 anos, desabou. Por 5 metros o apartamento dele também não foi abaixo. Que os bombeiros encontrem sobreviventes dessa tragédia. Que tristeza, meu Deus”, escreveu a apresentadora da Band.

“É difícil falar de milagre com a possibilidade de tantas mortes. Meu pai e a esposa estão bem. Muito abalados. Só queria estar perto. Os vizinhos, pessoas que conheciam há tanto tempo. As crianças vizinhas de porta que eles viram crescer. Meu Deus”, completou, em seguida.

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›