A Fazenda 2021: Sônia Abrão pede expulsão de Dayane e aponta omissão da Record; assista ao vídeo

Sônia Abrão detona permanência de Dayane no programa. (Imagem: Reprodução / RedeTV!)

Sônia Abrão rasgou o verbo contra Dayane Mello, participante de A Fazenda 2021. A apresentadora da RedeTV! avalia que é perigoso a Record manter a participante confinada dentro do reality show após a cena dela rasgando uma jaqueta de Rico Melquiades com uma faca.

Saiba tudo sobre A Fazenda na cobertura do RD1

“É arma branca. Arma branca, está escrito no manual, pode dar expulsão. Mas, por que para a Day ainda não deu expulsão?”, questionou a âncora do A Tarde é Sua, nesta terça-feira (16). “A frieza com que ela pega essa faca, empunha, vai adiante e rasga é uma coisa que é perigosa. Você não sabe o que uma pessoa com uma faca na mão faria”, detonou.

A apresentadora apontou que a produção foi omissa no episódio. “O pessoal ficou assistindo. Você não ouve uma campainha tocar, não ouve a produção entrar e falar ‘Day, larga essa faca agora’. Não precisa nem saber qual é a intenção, não dá pra ler pensamento. Ela passou a mão numa faca, saiu da cozinha e foi resoluta com uma faca na mão sabe Deus para fazer o quê”, criticou.

A jornalista levantou a hipótese da modelo ter agredido alguém. “Eu teria muito cuidado com a Dayane, porque ela me pareceu tão fria que talvez, se ela tivesse em um momento de cólera, poderia ter ido para cima de alguém. Mas o perigo maior nem foi ela, foi a omissão da produção. Poxa vida, são câmeras ligadas 24 horas por dia”.

Sônia Abrão pede que punição de Dayane seja exemplo

Na visão de Sônia, é “impossível que ninguém não tenha visto ela passar a mão numa faca”. “Viram. E por que não soaram o alarme? Por que não impediram? É uma questão de segurança. Além de impedir, ela tinha que ser expulsa sim, como muita gente que deveria ter sido e não foi”, criticou.

“A partir do momento que entra uma arma branca nessa história, aí é expulsão mesmo. Tem que ficar como exemplo. É uma coisa que poderia ter sido perigosa. Se foi ou não foi, é outra história. O resultado não entra em questão. O que entra em questão é que os responsáveis do programa deixaram uma brecha”, ressaltou.

MAIS LIDAS

Henrique Brinco
Henrique Brinco é baiano, formado em Comunicação Social pela Unijorge, de Salvador. Atua no jornalismo desde 2008, passando pelas editorias de política, cidades, cultura e entretenimento em diversos portais de notícias, locais e nacionais. É colaborador do RD1 desde 2012, onde já foi responsável pela editoria de Famosos e autor da coluna Por Trás da Mídia. É fã número 1 de reality shows. Fala besteira no Twitter (@brinco) o dia todo também!
Veja mais ›