Mais Você
Ana Maria Braga recebe Fausto Silva nos 20 anos do Mais Você (Imagem: Fábio Rocha / Globo)

Ana Maria Braga celebrou os 20 anos do Mais Você nesta sexta-feira (18). A apresentadora voltou aos estúdios da Globo em São Paulo, onde fez sua estreia, de helicóptero; na sede da emissora na capital paulista, Námaria tomou café da manhã com Fausto Silva – que celebrou três décadas de seu ‘Domingão’ em março. Mas o especial, tomado pela emoção de Aninha e repleto de falhas técnicas, não fez jus à história do programa.

Ana Maria chegou à Globo desacreditada. Estrela da Record, onde fez a fama do Note e Anote (1991) e das luvinhas bregas que deixavam seus dedos de fora, ela era vista com “peixe fora d’água” naquele imenso mar por onde só navegavam talentos devidamente roteiristas. O canal até tentou cercear a espontaneidade da nova contratada. Sem sucesso.

Um belo dia, aplacada pela baixa audiência e pelas críticas, Ana Maria Braga tirou o ponto eletrônico e, com minhas devidas desculpas pela expressão um tantinho brega, deixou o coração falar. A sinceridade da jornalista, com toda certeza, foi fundamental para a manutenção do Mais Você na grade.

A atração saiu em busca do melhor horário, fixando-se no início das manhãs. O acerto se deu, especialmente, pela verdade que Námaria imprime a tudo que fez. Nas palavras de Faustão, hoje, ela “foi sempre pela sua personalidade”. Algo que não vemos, por exemplo, no Se Joga – e vem daí a ideia que, diferente do Mais Você, o vespertino não deve vingar.

Justamente por isso, a celebração dos 20 anos do Mais Você pareceu pequena. Tanto pelo programa, líder de audiência com folga há tempos, quanto pelo êxito de Aninha nestas duas décadas. A efeméride merecia o mesmo destaque dado aos 30 anos do Domingão do Faustão, celebrados ao longo de todo 2019, por meio de VTs, quadros e convidados especiais. Ver os dois apresentadores mais despachados da Globo juntos é bom; não o suficiente para reverenciar uma trajetória tão vitoriosa.

🔔Boletim RD1 | Notícias dos Famosos