Há 8 anos, Globo cogitou remake de Tieta com Claudia Raia como protagonista

Tieta
Claudia Raia revelou desejo de interpretar Tieta, defendida em 1989 por Betty Faria, quando Globo manifestou interesse em remake (Imagem: Divulgação / Globo)

Muitos antes de receber uma “recepção da moléstia” no catálogo do Globoplay, Tieta quase ganhou uma nova adaptação na Globo. No final de 2012, animada com os bons índices da novela Gabriela, às 23h, a emissora cogitou resgatar outro clássico inspirado na obra de Jorge Amado no horário que até então era dedicado a remakes.

Segundo notícias veiculadas pelo próprio Grupo Globo na época, o autor Aguinaldo Silva estava à frente dos trabalhos, mas criou um impasse para a volta da trama protagonizada, na primeira e única versão, por Betty Faria: ele queria escrever uma novela original, começando do zero, e não simplesmente uma adaptação fiel à história de 1989, na qual dividiu a autoria com os autores Ricardo Linhares e Ana Maria Moretzsohn.

O projeto acabou perdendo força no ano seguinte por conta do fracasso de Saramandaia (2013). Além de ter sido escrita por Linhares, o remake da trama de Dias Gomes tinha várias semelhanças com o universo de Tieta, como toques de realismo fantástico, críticas ao fanatismo religioso e o sertão nordestino como pano de fundo.

Na época, duas atrizes chegaram a ser apontadas como herdeira do trono de Betty Faria: Claudia Raia e Alice Braga. A primeira chegou a se oferecer para o papel, afirmando era “sua cara“; há 2 anos, ela voltou a dizer que ainda sonha com essa personagem. “Um papel que eu acho que estou na idade e no perfil de fazer, seria um remake de ‘Tieta’. Eu adoraria fazer Tieta“, revelou ao jornalista Mauricio Stycer.

Em 2015, em entrevista para o Roda Vida, Aguinaldo Silva afirmou que era contra uma nova versão da trama. “O remake nunca é melhor que o original. E quando o original virou um clássico, então… ‘Tieta’ é aquela ‘Tieta’ e acabou“, sentenciou. A atriz Betty Faria também já se posicionou contra uma adaptação, considerando o clássico como uma obra de arte atemporal que pode ser revista, mas não recriada.

Antes de ser hospedada pelo Globoplay, Tieta foi reprisada no Viva em 2017 e registrou até então a melhor audiência entre as novelas exibidas pelo canal às 15h30.

CONTINUE LENDO →

Daniel Ribeiro cobre televisão desde 2010. No RD1, ao longo de três passagens, já foi repórter e colunista. Especializado em fotografia, retorna ao site para assinar uma coluna que virou referência enquanto esteve à frente, a Curto-Circuito. Pode ser encontrado no Twitter através do @danielmiede ou no danielribeiro@rd1.com.br.