João Vicente de Castro pensava que sucesso de Caetano Veloso era em sua homenagem

João Vicente de Castro
João Vicente de Castro comenta sobre música de Caetano Veloso (Imagem: Reprodução / Instagram)

João Vicente de Castro revelou no Papo de Segunda, do GNT, que durante muitos anos acreditou que a música Leãozinho, de Caetano Veloso, foi feita especialmente para ele. A história arrancou gargalhadas dos integrantes do programa do canal por assinatura.

“O Dadi é um farsante, sempre foi. Na verdade, o que acontece. Eu acho que aconteceu comigo o que aconteceu com todas as crianças que o Caetano já cantou Leãozinho. Quando eu era criança, morei um tempo na casa do Caetano e ele cantava para mim e para o Zeca dormir e tocava Leãozinho, porque é uma música que criança gosta muito”, iniciou.

“E eu não sei se ele falou em algum momento que era para mim de brincadeira ou se botei isso em minha cabeça, mas eu acreditei nisso durante muito tempo, ao ponto de aos 18 anos, no Baixo Gávea, eu bebendo, contando essa história”, recordou.

João Vicente de Castro começou uma discussão com a tal pessoa e percebeu naquele momento que a música não foi feita para ele: “Alguém na mesa, falou: ‘ah, é pra você? Mas você nasceu em que ano?’. Eu falei: ’83’. E ele: ‘ah, mas a música é de 70′”. “Meu mundo caiu, desmoronou, quando descobri que a música era para o Dadi”, lamentou.

Recentemente, o ator posou sem calça, camisa e cueca, apenas com um buquê de flores tampando a sua região íntima e provocou a reação imediata de fãs e amigos.

Ainda no Papo de Segunda, João Vicente entrevistou Alcione, que falou sobre o sexo aos 73 anos. “Na juventude eu não sabia nada, não aproveitei muita coisa. Depois dos 40 que a gente sabe, que a gente tem a pegada. Hoje o sexo é melhor, no meu entendimento. Melhor que com 20 anos. Com 15 eu não fazia, mas com 20 já conheci”, admitiu.

Em seguida, a cantora mandou um recado direto para os preconceituosos. “Essas pessoas acham, não sei porque, acho que é preconceito com a terceira idade. A terceira idade já está muito mais bem informada de tudo. A terceira idade sabe jogar nas quatro posições e é isso aí”, resumiu.

 

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›