Luiza Ambiel explica fofocas em A Fazenda e chilique com Raça Negra

Luiza Ambiel
Luiza Ambiel explica suas fofocas em A Fazenda e do chilique do Raça Negra (Imagem: Reprodução / Record)

Luiza Ambiel ficou durante seis semanas em A Fazenda 2020 e mesmo assim conseguiu marcar história na temporada. Em sua participação mais recente no programa Hora do Faro, com os outros ex-participantes, a atriz falou de sua fama de fofoqueira e relembrou o “chilique” envolvendo a música da banda Raça Negra.

No domingo (20), o programa comandado por Rodrigo Faro promoveu uma espécie de premiação com categorias e indicados. Sobre uma das que Luiza foi mencionada, o apresentador foi direto: “Por que você fazia tanta fofoca lá dentro?“. A ex-peoa se explicou: “Eu não consigo me segurar, eu tenho que assumir. Às vezes eu falo sem pensar, às vezes eu não penso nas consequências, às vezes acho que estou ajudando“.

Dando sequência às explicações, a famosa comunicou que muito provavelmente fará terapia para lidar com esse traço de sua personalidade: “Depois que faço a besteira… Até falaram comigo que quando acabasse tudo isso [do reality] eu precisava seriamente fazer uma terapia. Não dou aquela respirada de 10 segundinhos“.

Aproveitando a oportunidade, Luiza Ambiel pediu desculpas pela fofoca envolvendo Stéfani Bays, MC Mirella e JP Gadêlha, que envolvia de traição a suposto assédio: “Minha última fofoca, que não vou entrar em detalhes, foi uma fofoca do bem. Quero pedir desculpas pela última, porque acabei envolvendo e prejudicando a Mirella. A gente está num país que infelizmente todas as coisas caem em cima da mulher“.

No entanto, a eterna musa da Banheira do Gugu contou qual era sua intenção: “Eu fui simplesmente tentar proteger uma amiga, porque eu achei que iria rolar um beijo… Eu não queria que ela fizesse papel de trouxa. Não esperei para falar lá fora, porque eu sabia, para ela não se decepcionar“.

Enfim, lembrando quando acusou Lidi Lisboa e Tays Reis de provocá-la ao cantarem uma música do Raça Negra, cujo vocalista já foi seu namorado, Luiza voltou atrás: “Achei que a música era provocação. Lá dentro, um negocinho a gente transforma num negócio enorme. Estava com minha TPM no limite. Hoje vendo aqui de fora e depois da conversa com a Lidi… Vendo a cena, eu tenho vontade de me enfiar num buraco e desaparecer, de vergonha“.

Confira:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Veja mais ›