TV Cultura completou 49 na sexta-feira (15) (Imagem: Divulgação / TV Cultura)

A TV Cultura completou 49 anos na última sexta-feira, 15 de junho. Criada pelos Diários Associados em 20 de setembro de 1960, a rede pública de televisão foi rebatizada e relançada em 1969 pela Fundação Padre Anchieta, com sede na capital paulista.

Nesse quase meio século de existência, listamos sete programas que marcaram a infância de muitas crianças ao longo dos anos. Confira!

1 – Rá Tim Bum (1990/1994)

“Rá Tim Bum” marcou gerações (Imagem: Divulgação / TV Cultura)

O que é “Rá Tim Bum”? Uns dizem ser uma onomatopeia de balões de festa estourando. Outros afirmam que é o som de instrumentos de uma fanfarra ou banda de circo, mais especificamente a caixa (Rá), os pratos (Tim) e o bombo (Bum).

Na TV, essas teorias explicam, ou podem explicar, o sucesso que foi o programa “Rá Tim Bum”, exibido pela TV Cultura entre 5 de fevereiro de 1990 e 26 de março de 1994. Lembra da abertura? Então assista!

O programa infantil, que marcou gerações, contou com direção geral de Fernando Meirelles e tinha uma fórmula única com quadros livres, além de inovar na programação infantil da TV, saindo do formato apresentador com crianças no palco.

Com experiências fáceis de fazer e com atores engraçados e quadros que aguçavam a mente das crianças, “Rá Tim Bum” ganhou vários prêmios por se dedicar à pré-alfabetização. A atração ensinava informações sobre ecologia, cidadania, higiene, além de português e matemática.

2 – Glub Glub (1991/1999)

“Glub, glub, glub, glub, glub…”. Quem nunca se pegou cantando essa música da abertura do “Glub Glub”, da TV Cultura? O programa, apresentado por dois peixes no fundo do mar, teve exibição entre 9 de setembro de 1991 e 24 de setembro de 1999 no canal.

A atração inovou ao levar as crianças para o fundo do mar com… Bem, veja a abertura para entender melhor.

As histórias eram focadas em dois peixes, ambos chamados Glub, que davam nome ao programa. Interpretados por Carlos Mariano e, originalmente, Gisela Arantes, mas em alguns casos, por Cecília Homem de Mello, “Glub Glub” exibia desenhos e casos que aconteciam no fundo do mar. Todo feito em Chromakey (com fundo verde, sem cenário, como mostra a figura abaixo), o programa não tinha altos custos para a emissora, como cenários e demais gastos.

“Glub Glub” marcou época na TV Cultura (Imagem: Divulgação / TV Cultura)

Algum tempo depois, a carangueja Carol, interpretada por Andrea Pozzi, chegou à atração. Cada situação vivida servia como lição de moral. Tudo era tratado no diálogo que se passava, como dito, no fundo do mar, perto de uma TV alimentada por um peixe-elétrico. Por essa TV, todos assistiam os desenhos animados do programa.

3 – Mundo da Lua (1991/1992)

“Alô, alô, planeta Terra chamando…”. Lembra disso? Se sim, você está no mundo da lua!

Com um elenco para lá de lunático e estelar, “O Mundo da Lua” foi outro grande marco da TV brasileira quando o assunto é programa infantil.

Exibido entre 6 de outubro de 1991 e 27 de setembro de 1992, num total de 52 episódios, a produção tinha no elenco nomes importantes da dramaturgia brasileira atual como: Luciano Amaral, Antônio Fagundes, Mira Haar, Mayana Blum, Gianfrancesco Guarnieri e Anna D’Lira.

Elenco de “Mundo da Lua” (Imagem: Divulgação / TV Cultura)

O seriado foi criado por Flávio de Souza e tinha como protagonista Lucas Silva e Silva, interpretado por Luciana Amaral. Exibido originalmente aos domingos, a série ganhou as semanas da TV Cultura e se tornou um campeão de audiência nos anos 1990. O sucesso foi tamanho que a vida da Família Silva e Silva foi exibida pela TV Globo em 1993.

A história narra as experiências de Lucas, um menino que ganha um gravador de seu avô. Por meio desse objeto, o jovem narra suas histórias como gostaria que as coisas fossem. Lucas vive na casa do avô, em São Paulo, com os pais, Rogério e Carolina, a irmã mais velha, Juliana, e a empregada Rosa.

4 – X-Tudo (1992/2002)

Um mix de tudo. Assim podemos resumir o “X-Tudo”, exibido pela TV Cultura entre 11 de abril de 1992 e 3 de novembro de 2002 com a apresentação do saudoso Márcio Ribeiro (1964-2013). Dá uma olhada na abertura e relembre o programa:

O programa tinha nomes já conhecidos como Marcelo Mansfield, Márcio Ribeiro, Norival Rizzo, Joyce Roma, Fernando Gomes, Fernanda Souza, Gerson de Abreu, Enrique Serrano e Oscar Simch no elenco. Separamos um vídeo do elenco da atração, olha:

Em parceria com o Sesi, o “X-Tudo” teve um formato que buscava transmitir informação da maneira mais simples e direta ao público infantil da emissora. Além do já citado Márcio Ribeiro, a apresentação contava com o boneco X, que tinha vida graças ao ator Gerson de Abreu na manipulação. Quadros de curiosidades científicas ganhavam destaque no projeto, além de histórias e sugestões de leituras.

A atração teve seu fim decretado em 2002 em uma tentativa da TV Cultura em renovar sua programação infantil. O “X-Tudo” tinha tamanha entrada com o público infantil que acabou ganhando a adesão de professores e fazendo parte da linguagem estudantil, sendo veiculado em escolas. Refresque a memória de como era o programa:

5 – Cocoricó (1996/2001 – 2010/2012)

“Cocoricó” nasceu de uma ideia após um especial do programa “Rá Tim Bum”, de 1989, chamado Natal “Banho de Aventura”, cujo protagonista era o menino Júlio. Inicialmente, o formato era simples com situações que aconteciam entre os desenhos exibidos. Confira a abertura!

Algum tempo depois, a atração passou a ter histórias das personagens. “Cocoricó” teve suas gravações encerradas quando a TV Cultura resolveu investir na  “Ilha Rá Tim Bum”, em 2001.

De acordo com a emissora, não haveria como conciliar as duas produções simultâneas, pois a “Ilha” absorveu toda a equipe da atração de fantoches.

“Cocoricó” é um dos clássicos da TV Cultura (Imagem: Divulgação / TV Cultura)

Em 2010, no entanto, a turma do Júlio ganhou nova oportunidade na grade de programação da emissora com a versão “Cocoricó na Cidade”, com locação urbana e 39 novos episódios e, posteriormente, ganhou mais 31.

A atração ficou no ar por dois anos e saiu do ar. Nessa última temporada, foi criada a TV Cocoricó, exibida de segunda à sexta.

Júlio é um menino de 8 anos que nasceu na cidade, mas vai passar suas férias escolares na fazenda de seus avós, a Fazenda Cocoricó situada em Cocorilândia.

Seus melhores amigos e companheiros são o cavalo Alípio, as galinhas Lilica, Lola e Zazá, o papagaio Caco, a vaca Mimosa, a índia Oriba e o morcego Toquinho. Há também o porquinho Astolfo e os patos Vina e Torquato.

“Cocoricó” é um dos clássicos da TV Cultura (Imagem: Divulgação / TV Cultura)

6 – TV Cocoricó (2012/2013)

A “TV Cocoricó” entrou no ar em 9 de julho de 2012 e marcou a produção ao colocar humanos para contracenarem com os bonecos. De segunda à sexta Júlio recebia músicos, cantores, atores, jornalistas, esportistas, escritores, ilustradores, etc para bater um papo, ao vivo.

Em 5 de outubro de 2013, a atração foi remanejada para os sábados da emissora para se encaixar com a nova programação, mas saiu do ar em dezembro do mesmo ano.

7 – Castelo Rá Tim Bum (1994/1997)

“BUM, BUM, BUM, CASTELO RÁ TIM BUM!”. Com esta letra, muitas crianças viveram momentos fantásticos dentro do “Castelo Rá Tim Bum”, exibido pela TV Cultura durante a década de 1990. Relembre a abertura e tente não cantar junto.

“Plift ploft still, a porta se abriu”. Esta frase do porteiro trazia à tona a maravilha que era o interior daquele lugar mágico! O seriado, dos criadores Cao Hamburger e Flávio de Souza, estreou em 9 de maio de 1994 marcando gerações que lembram até hoje das magias do Castelo.

Quer conferir toda a matéria com curiosidades do “Castelo Rá Tim Bum”? Basta clicar aqui.

Saiba Mais:

Chapolin Colorado: desastrado ou anti-herói? Descubra algumas curiosidades do seriado mexicano

Relembre 10 programas infantis que marcaram os anos 1980 e 1990 na TV brasileira

Confira 20 bordões que deram o que falar nas novelas brasileiras

Veja 14 personagens que saíram dos desenhos para a vida real

_____________________________________________

Reuber Diirr é jornalista formado pela Universidade Federal do Espírito Santo com especialidade no entretenimento de TV. Atuante em sites sobre Televisão, Reuber já passou por emissoras como a Record News Espírito Santo e a TV Gazeta, afiliada da Globo no ES. Curioso e ligado em assuntos nostálgicos, Reuber trará temáticas que relembrarão os meandros da televisão brasileira na coluna “TV Nostalgia”, publicada aos domingos no RD1. Siga-o no Twitter, Instagram, Facebook, Snapchat e YouTube em @reuberdiirr.

_____________________________________________

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!