Nos Tempos do Imperador vai mal em período difícil para novelas da Globo

Nos Tempos do Imperador
Selton Mello (Pedro II) em Nos Tempos do Imperador; novela das 18h rende baixa audiência para a Globo (Imagem: Reprodução / Globo)

A crise de audiência das novelas da Globo afeta todos os horários. Dados aferidos na Grande São Paulo mostram que as tramas em exibição na emissora estão com índices aquém das expectativas. A inédita Nos Tempos do Imperador acumula o pior desempenho das 18h desde 2014.

A trama registrou apenas 16,9 pontos com os capítulos exibidos entre 25 e 30 de outubro. Os 72 episódios transmitidos entre a estreia, em 9 de agosto, e o último sábado (30) alcançaram 17,7 de média – a mais baixa desde os 17,4 de Boogie Oogie.

O Clone (2001), em sua segunda passagem pelo Vale a Pena Ver de Novo, marcou 13,7 pontos na última semana. Com 14 de média nos 20 capítulos iniciais, o folhetim amealhou o pior índice da sessão desde a reprise de Anjo Mau (1997), há cinco anos, com 12,1 pontos.

Malhação – Sonhos (2014), que marca a despedida do formato da tela da Globo, garantiu 14,6 entre 25 e 29 de outubro. Foram 16 de média do primeiro episódio ao exibido na última sexta-feira (29), o mais baixo desde os 16,5 angariados pela temporada Vidas Brasileiras (2018).

Pega Pega (2017), que encerra as edições especiais das 19h, emplacou 22,1 pontos na última semana. Os 90 capítulos da reapresentação anotaram 22,3 de média, a pior desde os 20,6 de Alto Astral (2014) – título responsável pela guinada na audiência após sucessivos fracassos.

Império (2014), em sua penúltima semana, consolidou 28,4 pontos. A obra que fecha o ciclo de edições especiais às 21h, assegurou 27,3 com 174 episódios. Trata-se do pior índice da faixa desde A Lei do Amor (2016), que chegou ao fim com 155 capítulos e 27,2 de média.

Por fim, Verdades Secretas (2015) bateu 14,5 entre 25 e 29 de outubro. Os 41 capítulos da reprise da segunda linha de shows atingiram 14,2 pontos, o pior desempenho considerando as novelas das 21h.

MAIS LIDAS

Duh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog Vivo no Viva, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›