Nova dinâmica e temporada curta: como vai ser o The Voice +

André Marques vai comandar o The Voice +
André Marques vai comandar o The Voice + (Imagem: João Miguel Junior / Globo)

Mesmo com a perda de fôlego do The Voice Brasil, a Globo aposta no The Voice + como uma de suas principais atrações no início de 2021. A coluna traz a informação de que a terceira vertente da franquia já ganhou data de estreia e terá uma temporada mais curta.

A competição musical para talentos com 60 anos ou mais será exibida a partir de 17 de janeiro. O campeão, por sua vez, será conhecido em 28 de março. Isso quer dizer que está prevista a exibição de onze episódios, menos do que os 20 programas que compõem a atual temporada da versão adulta.

Mudanças na dinâmica do The Voice

O RD1 teve acesso ao plano comercial do programa, que também detalha as fases da competição. De acordo com o documento, a tradicional fase das batalhas não será realizada.

Nos quatro primeiros programas, acontecem às Audições às Cegas. Em seguida, também por outras quatro exibições, será realizado o Tira-Teima.

Em cada episódio desta fase, três talentos de cada time se apresentam e um deles voltará para a casa. Não está claro, no entanto, se as performances serão em trio ou individuais.

Nas duas semanas seguintes, acontece a dinâmica batizada de Top dos Tops.  A essa altura, restarão oito vozes em cada um dos times. Serão, portanto, duas rodadas por técnico. Em cada uma delas, quatro candidatos batalham e dois deixam a competição.

Cada time chegará à final com dois representantes. Antes da decisão propriamente dita, porém, um competidor de cada equipe será eliminado em uma rodada prévia.

Quem sabe (não) faz ao vivo

O plano comercial também deixa subentendido que o único programa exibido ao vivo será a grande final, em 28 de março. Assim como acontece com a versão apresentada por Tiago Leifert, o The Voice + também ganhará reprises no Multishow.

Outra novidade está diretamente relacionada ao site da atração. Além de bastidores, trechos de episódios e a votação popular, a plataforma digital irá explorar as histórias de vida dos personagens da melhor idade.

The Voice +: mais do mesmo

Até agora, de todas as informações já divulgadas sobre o The Voice +, quase nada empolgou. Essa sensação se explica pelo fato de que a nova vertente da franquia está com um gosto de mais do mesmo.

O apresentador é André Marques, que também já comanda a versão Kids. A impressão que se tem é que, por conta da pandemia de coronavírus, a Globo se viu obrigada a substituir, às pressas, um formato por outro.

No júri, os três nomes divulgados já são velhos conhecidos do público. Cláudia Leitte esteve no Kids e no adulto, Daniel esteve nas duas primeiras temporadas da versão principal e Mumuzinho substituiu a intérprete de Bola de Sabão recentemente.

A expectativa fica para a quarta cadeira. Fica a torcida para que o artista convidado, tenha, de fato, afinidade com os talentos. Como bem disse Duh Secco, o The Voice mudou para continuar igual. Alô Boninho, está na hora de deixar o seu apego de lado e realmente inovar na escolha do júri!

CONTINUE LENDO →
Piero Vergílio é jornalista profissional desde 2006. Já trabalhou em revistas de entretenimento no interior de SP e teve passagens pelo próprio RD1. Em tempos de redes sociais, criou um perfil (@jornalistavetv) para comentar TV pelo Twitter e interagir com outros fãs do veículo. Agora, volta ao RD1 com a missão de publicar novidades sobre a programação sem o limite de 280 caracteres.
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com