Chocolate com Pimenta no Viva depende de decisão da Globo

Chocolate com Pimenta
Mariana Ximenes (Ana Francisca) em Chocolate com Pimenta; novela pode ganhar reprise no Canal Viva (Imagem: João Miguel Júnior / Globo)

Em agosto do ano passado, a coluna divulgou, com exclusividade, a troca de Chocolate com Pimenta (2003) por Cabocla (2004) no Canal Viva, como substituta de Porto dos Milagres (2001) às 15h. Informações de bastidores atribuíam a mudança ao intuito do canal de evitar duas novelas de um mesmo autor, Walcyr Carrasco, exibidas simultaneamente; na ocasião, O Cravo e a Rosa (2000), de Walcyr e Mário Teixeira, ocupava a faixa das 23h.

No mesmo mês, porém, a Globo anunciou a possível reapresentação de Eta Mundo Bom (2016) em Vale a Pena Ver de Novo – notícia também antecipada neste espaço. A web reagiu mal. E o folhetim, mesmo após a gravação das chamadas de reprise com o protagonista Sérgio Guizé, acabou cedendo a vaga para Avenida Brasil (2012). Não foi difícil concluir, no entanto, que a escalação de Carrasco para as tardes da matriz acabou tirando o roteirista da filial.

Agora, o boato acerca de Chocolate com Pimenta na sequência de Cabocla, a partir de 20 de abril, volta a ganhar força. A possibilidade existe. Mas a decisão, certamente, depende do próximo título da sessão de repetecos da Globo. Em recente entrevista a Eli Nunes, do site Bastidores da TV, Daniela Mignani, que dirige o Viva desde 2017, afirmou que o planejamento do canal “está sempre alinhado com o da TV Globo“. O jogo é esse. Ao telespectador, cabe esperar. E torcer.

Chocolate com Pimenta
Glória Menezes (Rosemere) em Brega & Chique; clássico de 1987 estreia no Canal Viva nesta quarta-feira (19) (Imagem: Divulgação / Globo)

Reduto

De qualquer forma, é bom lembrar aos entusiastas de tramas mais antigas: aquelas exibidas nos anos 1970 e 1980 estão restritas ao horário das 14h30. Novelas mais recentes rendem mais audiência; uma “velhinha” entre duas “novinhas” tende a ampliar sua plateia. Após Brega & Chique, com estreia agendada para a próxima quarta-feira (14h30), a faixa deve abrigar clássicos como Roda de Fogo (1986) e o Salvador da Pátria (1989) – info também divulgada por Eli Nunes.

Desejos

Chama atenção, aliás, a lista de títulos mais pedidos pelo público do Canal Viva no último mês, divulgada por Fábio Costa, do site Observatório da TV. Das antigas, apenas Locomotivas (1977), Guerra dos Sexos (1983) e Roda de Fogo. Dos anos 1990, Sonho Meu (1993), Cara & Coroa (1995) e Corpo Dourado (1998) – além das re-reprises de Vamp (1991) e A Viagem (1994). Todas as outras foram exibidas após a virada do século: Chocolate com Pimenta, Coração de Estudante (2002), Mulheres Apaixonadas (2003), O Beijo do Vampiro (2002), Sete Pecados (2007) e Uga-Uga (2000).

Chocolate com Pimenta
Priscila Fantin (Serena) e Eduardo Moscovis (Rafael) em Alma Gêmea; novela estreia na Globo Portugal (Imagem: Divulgação / Globo)

Carne e unha…

Enquanto isso, a Globo Portugal anuncia a estreia de Alma Gêmea (2005) no próximo dia 2, sucedendo Estrela-Guia (2001). A produção, também assinada por Walcyr Carrasco, ostenta o primeiro lugar no ranking de audiência das 18h na década de 2000. Boa pedida por aqui também, tanto para o Vale a Pena Ver de Novo, quanto para o Viva. A primeira e única reapresentação do folhetim se deu há quase 10 anos – mais tempo do que segunda de Chocolate com Pimenta, 8 anos.

Assoprando velinha

No dia 5 de maio, aliás, o Vale a Pena Ver de Novo completa 40 anos de existência. As reapresentações de tramas à tarde estão no ar desde 1969, com A Grande Mentira, com breves interrupções. O nome, porém, só foi adotado com a volta de Dona Xepa (1977). A efeméride se dá num momento de êxito para a sessão, com a boa repercussão de Cordel Encantado (2011), Por Amor (1997) e Avenida Brasil. Espera-se que a Globo – comemorando 55 anos em abril – escale aquela novela “peso-pesado”, inédita ou “reincidente” na faixa.

Chocolate com Pimenta
Tiago Leifert na casa do BBB 2020; reality merece atenção (Imagem: Victor Pollak / Globo)

Ligo

No BBB 2020. O bom elenco colocou o reality-show na boca do povo. O barato do programa é justamente esse: promover debates através da avaliação, do julgamento e até da condenação de ações alheias, a partir da realidade roteirizada pela Globo. Ao longo das quase quatro primeiras semanas, a atração conduzida por Tiago Leifert suscitou conversas sobre importunação sexual, machismo e sexualidade.

O foco agora está na paixão de Victor Hugo por Guilherme, namorado de Gabi, e no suposto interesse de Gizelly por Marcela, que se deixou enredar por Daniel – o participante da Casa de Vidro que chegou interessado em formar par romântico com a sister que lhe pareceu mais forte. Uma edição vivida intensamente para ser consumida da mesma forma.

Chocolate com Pimenta
Sikêra Júnior à frente do Alerta Nacional; jornalístico da RedeTV! decepciona (Imagem: Divulgação / TV A Crítica)

Desligo

O show de horror que atende por Alerta Nacional, “jornalístico” de Sikêra Júnior na RedeTV!. O âncora faz a linha “homem do povo e da lei”, que vocifera contra bandidos em meio às gracinhas – sem a mínima graça – com repórteres, usando o peso e a sexualidade como elementos cômicos. É o tal programa “voo de galinha”: rende pontinhos e memes, mas não agrega valor.

De se lamentar que uma profissional tarimbada como Mariana Godoy, à frente do RedeTV! News durante a licença-maternidade de Amanda Klein, entre no ar após Sikêra tratar o próprio projeto como “merda”. O mesmo vale para o Jornal da Record, veiculado logo depois do Cidade Alerta, com Luiz Bacci de papinho mole com suspeitos, na Record.

Fecha a conta

Por falar em jornalismo, surpreendente e acerta decisão do SBT de cancelar as primeiras horas do Bom Dia & Cia, mantendo no ar Primeiro Impacto com a cobertura das chuvas que castigaram São Paulo, segunda-feira (10). Enfim, uma atitude acertada do canal de Silvio Santos neste setor – que só chama a atenção do dono quando afeta, positivamente ou negativamente, as relações do empresário com políticos e afins. Não é de se duvidar que a Semana do Presidente, que o “homem do Baú” promete reeditar, tenha tratamento superior aos das demais atrações jornalísticas da casa.

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

WordPress Lightbox