Na Record, Todas as Garotas em Mim tem a pior audiência desde Máscaras

Todas as Garotas em Mim
Todas as Garotas em Mim faz Record lembrar crise de 2012 (Imagem: Reprodução / Record)

Todas as Garotas em Mim, aposta da Record no horário nobre, não atendeu as expectativas da direção e foi além dos péssimos índices de audiência. A novela bíblica devolveu o canal do bispo Edir Macedo ao menor patamar no Ibope desde Máscaras, trama exibida em 2012.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Com pouco mais de duas semanas no ar, Todas as Garotas em Mim alcançou apenas 4,6 pontos de média em São Paulo, o menor da faixa desde 2012, quando a emissora paulista colocou no ar a produção escrita por Lauro César Muniz e registrou média geral de 5,9 pontos.

Depois de mais de dez capítulos no ar, com 30 previstos, a “Malhação bíblica” não passou da audiência geral de Balacobaco (6,7), Dona Xepa (7,0), Pecado Mortal (5,6), Vitória (5,9), Belaventura (5,8), Apocalipse (8,0), Jesus (9,9), Jezabel (7,4), Topíssima (8,0) e Amor Sem Igual (8,5).

publicidade

Veja Também

Dentro das novelas bíblicas, como comparação, Todas as Garotas em Mim ficou quase 10 pontos atrás de A Terra Prometida (14,5) e mais do que isso de Os Dez Mandamentos (16,3) e Os Dez Mandamentos II (15,6).

Críticas contra Todas as Garotas em Mim provocam reações de Cristiane Cardoso e Edir Macedo

Recentemente, um perfil no Instagram pediu a saída de Cristiane Cardoso do comando da Dramaturgia da Record em razão dos baixos índices de audiência.

“Vai fazer série para sua igreja e larga a Record! A gente quer novela contemporânea”, disse. O bispo, pai de Cristiane, não perdeu tempo e defendeu a filha: “Você é que foi destruída pelas novelas contemporâneas”.

Antes de Todas as Garotas em Mim, as críticas foram cruéis contra Reis. Cristiane escreveu um texto contra as críticas de Reis:

publicidade

“As pessoas não querem ouvir a Palavra de Deus para então poderem dizer ‘eu não sabia!’ quanto aos seus erros e pecados”.

“Falam que não vão mais assistir a série Reis com a justificativa disso e daquilo, quando na verdade não querem é ouvir a verdade”, acusou.

“Sim, elas devem então assistir as mentiras das novelas das outras emissoras, pois a série Reis não foi escrita para mero entretenimento nem muito menos ibope”, avisou.

publicidade

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.